Notícias

Plano de Formação Modular Certificada

Consulte aqui o nosso plano de Formação Modular Certificada para este ano.

========================

A Promover Consultores viu o seu Plano Formativo aprovado!

Dispomos de Formação Modular Certificada.

Mais informações em breve.Contacte-nos

 ========================

Linha de Apoio ao Turismo Acessível

Estimular as Empresas e Entidades Públicas para fazerem de Portugal UM DESTINO MAIS ACESSÍVEL

Saiba mais aqui.

========================

Formação Financiada para Jovens Agricultores

Se é Jovem Agricultor e tem projeto aprovado pelo programa PRODER a partir de 01.01.2013, ou PDR2020 e  necessita de formação, a Promover Consultores disponibiliza os módulos necessários.

Saiba mais aqui.

Para mais informações, Contacte-nos.

========================

Sistema de Incentivos - Internacionalização

Estão abertos novos concursos para candidaturas a Sistemas de IncentivosInternacionalização das PME com encerramento a 31 de Outubro de 2016.

Ver Aviso SI-52-2016-17

Para mais informações, Contacte-nos.

========================

Nova Formação Financiada

Rececionista de Hotel - Saber mais...

Técnico Comercial - Saber mais...

Para mais informações, Contacte-nos.

========================

Incentivos a fundo perdido na Agricultura - PDR2020

PEQUENOS INVESTIMENTOS NA TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

Níveis e taxas de apoio até 45% Fundo Perdido.

Saiba mais aqui.

========================

Candidaturas abertas ao SI Inovação e SI Empreendedorismo

SI - Inovação Produtiva
Aviso Nº 12/SI/2016 - SI Inovação Produtiva
Data de abertura: 30 de Junho 2016
Data de encerramento: 30 de Setembro de 2016


SI - Empreendedorismo Qualificado e Criativo
Aviso Nº 13/SI/2016 - SI Empreendedorismo Qualificado e Criativo
Data de abertura: 30 de Junho 2016
Data de encerramento: 30 de Setembro de 2016

Contacte-nos

========================

Empresa aderente CNIACC

Telefone: 21 384 7484 (das 15h às 17h)
E-mail: cniacc@fd.unl.pt
Site: http://www.arbitragemdeconsumo.org/
https://www.facebook.com/cniacc.

 

Ver arquivo Noticias

SI Inovação - Sistema de Incentivos à Inovação

Quem se pode candidatar?

Empresas que pretendam desenvolver projectos orientados para a internacionalização e inovação, e que cumpram os seguintes critérios:

  • Volume de Negócios Internacional no pós-projecto igual ou superior a 30%
  • Enquadrarem-se em atividades transacionáveis ou serviços internacionalizáveis (anexo I do Aviso de Abertura nº 12/SI/2012) Natureza Inovadora dos Projetos
  • Apresentar uma estratégia de internacionalização detalhada

Quais as tipologias de investimento elegíveis?

  • Produção de novos bens e serviços ou melhorias significativas da produção actual

  • Adopção de novos, ou significativamente melhorados, processos ou métodos de fabrico, de logística e distribuição, bem como métodos organizacionais ou de marketing

Incentivo?

Taxa base de 45% (a qual pudera ser acrescida de majorações até ao limite máximo de incentivo de 75%)

O incentivo é reembolsável à taxa de juro zero convertível a Fundo Perdido (até 75% do valor) com a atribuição do Prémio de Realização

Qual o âmbito Territorial?

Todas as regiões do Continente

Quais são os investimentos elegíveis?

  1. Aquisição de máquinas e equipamentos directamente relacionados com o desenvolvimento do projecto, designadamente nas áreas da gestão, da produção, da comercialização e marketing, das comunicações, da logística, do design, da qualidade, da segurança e saúde, do controlo laboratorial, da eficiência energética e do ambiente, em particular os de tratamento e/ou valorização de águas residuais e emissões para a atmosfera, valorização, tratamento ou destino final de resíduos, redução de ruído para o exterior e de introdução de tecnologias eco-eficientes para a utilização sustentável de recursos naturais;
     

  2. Aquisição de equipamentos informáticos relacionados com o desenvolvimento do projecto;
     

  3. Instalação de sistemas energéticos para consumo próprio utilizando fontes renováveis de energia;
     

  4. Software standard e específico, relacionado com o desenvolvimento do projecto;
     

  5. Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e projectos de arquitectura e de engenharia, associados ao projecto de investimento;
     

  6. Investimentos na área de eficiência energética e energias renováveis, nomeadamente assistência técnica, auditorias energéticas, testes e ensaios;
     

  7. Custos associados aos pedidos de Direitos de Propriedade Industrial, designadamente taxas, pesquisas ao estado da técnica, anuidades e honorários de consultoria em matéria de Propriedade Industrial;
     

  8. Despesas relacionadas com a promoção internacional, designadamente alugueres de equipamentos e espaço de exposição, contratação de serviços especializados, deslocações e alojamento e aquisição de informação e documentação especifica relacionadas com a promoção internacional que se enquadrem no âmbito das seguintes acções:
    i) Acções de prospecção e presença em mercados externos, designadamente prospecção de mercados, participação em concursos internacionais, participação em certames internacionais nos mercados externos, acções de promoção e contacto directo com a procura internacional;
    ii) Acções de promoção e marketing internacional, designadamente concepção e elaboração de material promocional e informativo e concepção de programas de marketing internacional.
     

  9. Despesas associadas a investimentos de conciliação da vida profissional com a vida familiar e pessoal, bem como os custos associados à implementação de Planos de Igualdade;
     

  10. Despesas inerentes à certificação de sistemas, produtos e serviços, nomeadamente, despesas com a entidade certificadora, assistência técnica específica, ensaios e dispositivos de medição e monitorização, calibrações, bibliografia e acções de divulgação;
     

  11. Despesas inerentes ao desenvolvimento de sistemas de gestão pela qualidade total e à participação em prémios nacionais e internacionais;
     

  12. Implementação de sistemas de planeamento e controlo;
     

  13. Despesas inerentes à obtenção do rótulo ecológico e à certificação e marcação de produtos;
     

  14. Despesas com a criação e desenvolvimento de insígnias, marcas e colecções próprias;
     

  15. Registo inicial de domínios e fees associados à domiciliação da aplicação em entidade externa, adesão a marketplaces e outras plataformas electrónicas, criação e publicação de catálogos electrónicos de produtos e serviços, bem como a inclusão e ou catalogação;
     

  16. Investimentos em formação de recursos humanos no âmbito do projecto, a definir em diploma específico.

Consulte ainda o  Aviso de Abertura de Candidatura.

 

Como se candidatar?

Contacte-nos já!

 

 

Pesquisa:   Pesquisar
subscrever
DGERTQREN